Blogspot Siga-me no Twitter FanPage no Facebook

Colunistas  Tiago Almeida

voltar

Beleza & saúde

Detalhes sobre o colunista

Data: 07/08/2006

Título: Candidíase - um fungo oportunista

Cândida albicans é um fungo comum no ambiente e está presente em muitos dos alimentos que consumimos. Ela também habita o trato gastrintestinal e nas mulheres a também a parede vaginal. É a cândida que causa o "sapinho" nas crianças e a vulvo-vaginite nas mulheres dando um corrimento esbranquiçado tipo coalhada e um prurido intenso, quando por algum motivo há uma queda da resistência imunológica ou se forma um meio favorável à sua proliferação.

No intestino, esse fungo vive em equilíbrio com a flora intestinal, participa com as bactérias na digestão de restos de alimentos e é controlada pelas próprias bactérias e pelo sistema imune. Quando, por algum motivo, o equilíbrio desses fatores é rompido ou há uma queda da imunidade, a quantidade desse fungo aumenta consideravelmente e causa uma alteração na parede do intestino. Devido a essa alteração, restos de células da cândida e suas toxinas atravessam a mucosa causando a candidiase crônica.

1. Fatores que levam a proliferação da cândida albicans:

- Uso prolongado de antibióticos
- Uso prolongado de anticoncepcionais orais
- Prisão de ventre
- Esteróides
- Imunossupressores
- Alimentação rica em açúcares, amido, alimentos fermentados e leveduras.

A candidíase crônica acontece mais em mulheres, provavelmente pelo uso de anticoncepcionais orais, por fatores hormonais, pelo maior consumo de açúcares.

O diagnóstico da candidíase crônica é basicamente clínico e se norteia pelas queixas apresentadas pelos pacientes. A cândida libera 79 produtos tóxicos que no intestino e quando caem na corrente sanguínea causam sintomas muito variados e podem ser divididos em 3 grupos:

Gastrintestinais e urogenitais
Reações alérgicas
Alterações mentais ou emocionais

2. Sinais e sintomas da candidíse crônica:

- Necessidade de comer açúcar, pão, leite e derivados.
- Alteração no hábito intestinal, tanto diarréia como constipação
- Gases
- Distúrbios digestivos
- Eructação
- Azia
- Congestão nasal e coriza
- Coceira no nariz
- Urticárias
- Pele seca e infecção por fungos
- Sonolência
- Fadiga
- Sensação de peso
- Falta de concentração
- Dores de cabeça
- Dores musculares e articulares
- Infecções urinárias freqüentes
- Agravamento dos sintomas da tensão pré-menstrual
- Retenção de líquidos
- Tonturas
- Ansiedade
- Depressão
- Hiper-irritabilidade
- Alterações bruscas de humor, etc.

Data Título
13/05/2010 Porque desintoxicar?
18/05/2009 Desintoxicação com dieta alcalinizante e limpeza intestinal
18/05/2009 Desintoxique-se por inteiro e atinja o seu bem-estar
16/09/2008 Abdômen estufado e suas causas
22/04/2007 Desintoxicação após a Páscoa
03/11/2006 11 dicas para uma digestão tranqüila
07/08/2006 Candidíase - um fungo oportunista
19/06/2006 Como diminuir a prisão de ventre em viagens
27/04/2006 Por que as mulheres têm mais prisão de ventre?
16/03/2005 A relação entre prisão de ventre e a saúde
20/12/2004 Como manter a forma depois das festas
01/11/2004 Mantenha a pele saudável com o intestino limpo
 


Terça  13.11.18
esqueci a senha
cadastre-se
associe-se
 


Termo de compromisso    |    Política de privacidade    |    Parcerias    |    Publicidade
Seja um colaborador

Copyright © 2002 Libardi Comunicação. Todos os direitos reservados.