Blogspot Siga-me no Twitter FanPage no Facebook

Colunistas  Jéssica DAcquarica e Danilo Essu

voltar

Mercado de trabalho

Detalhes sobre o colunista

Data: 19/02/2011

Título: Nardoni se jogou...para o topo da carreira!

O que é uma estrela? O que realmente é necessário para ser um astro das artes? Diz a lenda que temos de ser humildes e ter fé. Que esta é a combinação chave para o sucesso. E se a generalização estiver errada? Ou excessivamente incompleta? É óbvio que nunca terei conhecimento de todas as histórias de ascensão dos inúmeros artistas pelo mundo afora, mas já com os poucos que me rodeiam posso quebrar a regra e redefini-la. E a verdade é que não existe uma definição única. Existe o que você quer e o que você não quer. Somente.

Felipe Nardoni, com sua voz "normal", comparada à dos ilustres cantores dos últimos 100 anos, ainda assim estufou o peito e seguiu nessa carreira. Um ator que canta, muitos diriam ser uma coisa banal. Mas um talento por si só não serve de muita coisa numa mega produção. A letra da música pode ser simples, mas se supera com a produção instrumental. Ou a iluminação no palco pode não ter tanto efeitos, mas os dançarinos em perfeita sincronização cativam o público. Música não é só um cantor. É um grupo de pessoas que juntas descobrem o que têm a mais para complementarem as que têm a menos.

Se o que você procura é vender milhões de cópias do seu CD, vai precisar de uma ótima assessoria de marketing. Se você prefere máxima exposição para com as críticas, ganhar cada vez mais prestígio, é onde entra a assessoria de imprensa. Se o seu sonho é cantar tão bem quanto seu ídolo, então os melhores professores poderão te ajudar. Existem tantas coisas que um artista pode almejar na vida, como, então, se basear na regra do bom samaritano que nasceu com o talento?

Quem conhecia o Felipe há seis meses podia até acreditar bastante num futuro brilhante para ele, mas não deixava de ser um futuro. O seu público-alvo ainda estava notavelmente longe de ser alcançado por completo. Isso devido a várias razões que muitos gostam de chamar de "hora certa para as coisas acontecerem". Porém, Felipe Nardoni já encarava isso como "hora certa de APRENDER tudo que precisasse aprender", pois, uma vez que conquistasse o seu lugar ao sol, não teria como voltar atrás ou pedir mais 5 minutos para se aperfeiçoar em algo.

Hoje ele está pronto. Com a Disney Argentina de um lado e toda a sua equipe no Brasil do outro, Felipe caminha para a gravação do vídeo clipe de seu mais novo single "Amor Virtual". Participação em shows internacionais que chegam ao país este ano. Seus próprios shows na America Latina e Europa. Inauguração de baladas teen e por aí fora.

Ele pode chegar mais alto, se quiser, assim como todos nós. É uma questão de saber o que deseja, para, então, prosseguir no caminho que vá lhe prover a realização desse desejo específico. Fuja da generalização de idéias.
      

Data Título
22/08/2011 Gabriela Rodrigues passa da posição de sonhadora para conquistadora
19/02/2011 Nardoni se jogou...para o topo da carreira!
07/09/2010 A balada Eden é marcada pelos bem-sucedidos convidados
30/07/2010 Renan Grassi: seu futuro é promissor
05/07/2010 Todos diferentes, todos edenticos.
25/05/2010 A batalha apenas começou
13/05/2010 Um verdadeiro Jardim do Éden
29/04/2010 São Paulo e Santos ligados por dois Impérios
12/04/2010 Eazy é o nome da balada teen do momento
 


Quarta  25.04.18
esqueci a senha
cadastre-se
associe-se
 


Termo de compromisso    |    Política de privacidade    |    Parcerias    |    Publicidade
Seja um colaborador

Copyright © 2002 Libardi Comunicação. Todos os direitos reservados.