Blogspot Siga-me no Twitter FanPage no Facebook

Colunistas  Adriana Vilarinho

voltar

Beleza & saúde

Detalhes sobre o colunista

Data: 20/12/2002

Título: Cuidados de verão

Normalmente, durante e após o verão, a pele e os cabelos se encontram mais secos, pois o sol, o vento, a água do mar e da piscina causam excessiva desidratação.

Devido ao aumento da temperatura corporal, aumento de sudorese e à desidratação direta, não podemos nos esquecer de manter a pele sempre hidratada, ingerindo muita água, sucos, frutas naturais, além de usar cremes hidratantes após o banho.

A pele do corpo se ressente mais, podendo até desencadear coceiras, que são resolvidas rapidamente com uso de emolientes à base de uréia. Evitar o uso de buchas e sabonete no corpo (braços e pernas) é primordial.
A pele do rosto é diferente, já que estamos num país tropical, de muito calor. Ela é mais oleosa e, assim como a pele do colo e das costas, fica mais oleosa, com espinhas e cravos. Deve-se lavar bem a pele destas regiões, de preferência com sabonetes para pele oleosa. Nessa época, muitas pessoas desenvolvem umas bolinhas nas costas, no colo e na testa. Esse problema é chamado de acne solar e ocorre por causa do aumento da oleosidade natural da pele que, em contato com protetores mais oleosos, leva ao aparecimento desse tipo de acne. Este quadro também pode melhorar com o uso de filtros solares em forma de gel ou spray e também usando sabonetes antiacne duas vezes ao dia. Se a acne persistir, procurar orientação médica.

Também podem surgir manchas brancas nos braços que podem ser micoses ou apenas um ressecamento da pele que muitas vezes é confundido com micose, mas é uma falta de hidratação da pele. Assim, é muito importante cuidar da pele durante a exposição solar, usando filtro solar com fator 15, hidratando a pele após sol, como mencionado anteriormente.

Nos pés, a micose pode se manifestar de diversas maneiras: como um simples descascado na planta dos pés ou como rachaduras entre os dedos. Podem também aparecer bolinhas que coçam na planta dos pés, que podem ser, além de micose, bicho geográfico. De qualquer forma, deve-se procurar orientação de um especialista, pois o tratamento incorreto pode cronificar o quadro.

Outro aspecto importante é o relacionado com pintas. Mudanças de cor, coceira (prurido), vermelhidão (eritema), sangramentos, são sinais relevantes que podem identificar câncer de pele. Pintas antigas podem se tornar malignas quando expostas ao sol, porém novas pintas podem surgir e um exame detalhado é fundamental. É sempre bom lembrar que os índices de câncer de pele estão cada vez maiores e que a cura desse mal depende de um diagnóstico precoce.

Quanto aos cabelos, principalmente se forem longos, eles se tornam mais ressecados e também podem mudar de cor se forem tintos. Assim, devemos usar cremes para hidratação capilar que contenham filtro solar, durante e após o sol, ou mesmo após o banho. Pelo menos uma vez por semana, o ideal seria usar um xampu sem resíduos para que a higiene seja mais homogênea.

Data Título
06/11/2003 Celulite
06/10/2003 Acne: o que há de novo nos tratamentos médicos.
28/12/2002 Considerações sobre lipostabil
20/12/2002 Cuidados de verão
 


Segunda  22.10.18
esqueci a senha
cadastre-se
associe-se
 


Termo de compromisso    |    Política de privacidade    |    Parcerias    |    Publicidade
Seja um colaborador

Copyright © 2002 Libardi Comunicação. Todos os direitos reservados.