Blogspot Siga-me no Twitter FanPage no Facebook

Colunistas  Adriana Vilarinho

voltar

Beleza & saúde

Detalhes sobre o colunista

Data: 06/11/2003

Título: Celulite

A celulite, embora esse nome seja errôneo, é uma queixa muito comum no nosso dia a dia, acomentendo tanto mulheres magras como as mais obesas.Não existe idade para iniciar seu aparecimento e muitas etiologias estão envolvidas: hereditariedade, sedentarismo, alterações hormonais, estresse, obesidade, etc. Assim como existem várias etiologias, não existe um único tratamento .
Não está diretamente ligada a flacidez, podendo vir associada à mesma.
Existem vários graus de celulite:
GRAU I: É aquela que aparece apenas apertando a pele;
GRAU II: Aparecem alguns furinhos mesmo sem contrair a pele;
GRAU III: Aparecem nódulos difusos em toda a perna;
GRAU IV: Aqui existem nódulos difusos e dolorosos, com inchaço nas pernas (edema).
Dependendo do grau de celulite, existe um tipo de tratamento específico a ser realizado:
No GRAU I e GRAU II: A mesoterapia, que é a injeção de enzimas na região acometida, faz com que ocorra um aumento o metabolismo local, faz com que ocorra um aumento da queima de gordura localizada, por ativar enzimas lipolíticas (que aumentam o metabolismo da gordura). Posteriormente à mesoterapia, pode-se fazer o ultra-som, que potencializa a entrada dos medicamentos injetados na mesoterapia.
O ULTRASSON é uma aparelho que emite calor, provocando uma maior troca de nutrientes entre as células, e deixando a membrana celular mais permeável às substâncias aplicadas na mesoterapia, potencializando seus efeitos lipolíticos.
Nesse grau de celulite também é indicado que se faça ginástica (aeróbio: bicicleta, esteira, corrida...). As massagens como a drenagem linfática também são muito benéficas.
A ENDERMOLOGIA: é uma drenagem feita através de aparelhos que melhora a circulação localizada - tem ótimos resultados em celulite grau I E II.
No GRAU III de celulite, além desses tratamentos mencionados acima, também podemos associar a SUB-INCISION que é a quebra das traves de fibrose existentes naqueles nódulos deprimidos fazendo com que ocorra um hematoma e, conseqüentemente, estimulando a produção de colágeno localizado, melhorando muito aquele aspecto de casca de laranja. A paciente não deverá tomar sol porque ficam enormes hematomas.
A drenagem linfática, tanto a manual como através de aparelhos (endermologia), dão excelentes resultados, mas sempre associada a outros tratamentos.
É importante verificar se não há nenhuma alteração hormonal (tireóide, ovários, ..), que podem levar a uma acentuação do quadro de celulite.
Os exercícios físicos vão tonificar os músculos e queimar a gordura ao redor dos mesmos, por isso é muito importante alguma atividade aeróbia .
Os cremes atuam melhorando a textura e o edema da pele, mas não são curativos, são importantes na prevenção.
Por fim, nunca esqueça que todos os tratamentos acima mencionados devem ser seguidos de dieta e exercícios físicos, pois não existe uma técnica ideal, e sim uma associação de técnicas para melhores resultados.

Data Título
06/11/2003 Celulite
06/10/2003 Acne: o que há de novo nos tratamentos médicos.
28/12/2002 Considerações sobre lipostabil
20/12/2002 Cuidados de verão
 


Domingo  21.01.18
esqueci a senha
cadastre-se
associe-se
 


Termo de compromisso    |    Política de privacidade    |    Parcerias    |    Publicidade
Seja um colaborador

Copyright © 2002 Libardi Comunicação. Todos os direitos reservados.