Blogspot Siga-me no Twitter FanPage no Facebook

Colunistas  Marco Antonio de Tommaso

voltar

Beleza & saúde

Detalhes sobre o colunista

Data: 19/08/2005

Título: A "Fórmula 1" da beleza

Uma agência de modelos reúne o que há de mais fascinante, atual e encantador quando se fala em beleza feminina. Meninas e mulheres de todos os tipos, tendo em comum belezas deslumbrantes. São escolhidas a dedo e produzidas por equipes altamente especializadas.

No imaginário popular são perfeitas, absolutamente felizes, realizadas. Têm o mundo a seus pés, os homens que quiserem e faturam milhões de dólares. Sua beleza é inatingível! Se acharmos que uma modelo TOP não é bonita, algo deve estar errado conosco...Não com elas... Parece uma "obrigação", uma reverência, cobrirmos sua beleza com adjetivos e mais adjetivos. De passagem, lembro-me quando Gisele Bündchen não era famosa. Era tida como "muito magra", "nariguda e sardenta", etc.

O que é vestido, penteado, usado por elas, transfere-se para as não modelos como a tecnologia da fórmula 1 para os carros convencionais.

Mas será que essa plenitude de beleza, felicidade e autoconfiança tem base na realidade?

Evidentemente, modelos se constituem num tipo especial de beleza. Mas poderiam ser "padrão"? Se entendermos padrão como norma e norma como um atributo (seja qual for) que 50 % das pessoas detenham, 25% acima e 25% abaixo de um valor intermediário (média ou mediana), seriam elas "normais"? Ser modelo é uma condição de exceção e não regra geral. Como disse Nancy Etcoff "uma aberração genética". Muito pouca gente tem o biotipo natural de modelo. 1% da humanidade? 2% ? Uma mulher longilínea, que tenha IMC abaixo de 19 e que não seja mais magra que uma "magra normal". Sim, modelos têm em média 18 a 20% de gordura no corpo. Não são mais magras que as demais magras, mas sua estrutura física é diferente! São feitas geneticamente desta forma!

A beleza fora das agências existe, sim! Mulheres lindíssimas, de todas as idades, de todas as raças não são modelos! Ser modelo é uma forma específica de beleza, de deslumbrante beleza, mas não é a única forma de beleza.

O que a mulher "convencional" pode importar da "fórmula 1" da beleza? Em primeiro lugar, uma apreciação realista: modelos também se questionam quanto à própria beleza. São causa e efeito do tal padrão ditatorial. Preocupam-se em percentagens superiores às não modelos. Modelos são trabalhadas psicologicamente para desenvolverem mais e mais auto-estima, autoconfiança, para se aceitarem incondicionalmente, para abandonarem o perfeccionismo. São trabalhadas quanto aos diferenciais de cada uma, a desenvolverem aquilo que as torna únicas, a investirem na sua singularidade. São estimuladas a respeitarem seus limites, a cuidarem de sua saúde física e mental, a investirem em qualidade de vida, a desenvolverem outras potencialidades que as façam crescer como seres humanos que são, antes de serem modelos. A serem felizes enquanto pessoas.

Data Título
10/11/2010 BULIMIA
26/01/2009 Por que modelos podem desenvolver transtornos alimentares?
26/01/2009 Psicologia do Emagrecimento: A MAGIA: SER EMAGRECIDO II
03/01/2009 Ansiedade e comida
10/07/2008 Conversando com Modelos: auto-estima
12/02/2007 Modelo (manequim) subnutrida não desfila!!!
22/01/2007 SPFW e transtornos alimentares
16/08/2006 AUTO-ESTIMA: aquisição
04/02/2006 Gisele e a síndrome do pânico
14/10/2005 A importância da auto-imagem
27/08/2005 Real Beleza: a beleza "real"
19/08/2005 A "Fórmula 1" da beleza
19/08/2005 Beleza: Uma questão de imagem e auto-imagem
23/05/2005 Ser, estar e sentir-se bonita
03/04/2005 Inimigos de modelos
28/10/2004 Beleza feminina: a pesquisa Unilever -Dove
14/05/2004 Auto-estima: sem ela você não trabalha
11/02/2004 Timidez
11/01/2004 Deu branco?
20/12/2003 Psicologia Descomplicada 1: Emagrecimento
26/11/2003 Sinais da anorexia
23/08/2003 Profissões de alta performance
15/06/2003 Quadril 90
01/06/2003 O estresse na vida dos modelos
07/05/2003 Auto-estima e a profissão de modelo
06/04/2003 Auto-estima
06/03/2003 10 dicas para modelos
06/02/2003 Perguntas sobre auto-imagem II
10/01/2003 Perguntas sobre auto-imagem I
28/12/2002 Raiva
20/12/2002 Top não é "toupeira"
09/12/2002 Por que psicologia para modelos?
 


Sábado  23.06.18
esqueci a senha
cadastre-se
associe-se
 


Termo de compromisso    |    Política de privacidade    |    Parcerias    |    Publicidade
Seja um colaborador

Copyright © 2002 Libardi Comunicação. Todos os direitos reservados.