Blogspot Siga-me no Twitter FanPage no Facebook

Colunistas  Marco Antonio de Tommaso

voltar

Beleza & saúde

Detalhes sobre o colunista

Data: 07/05/2003

Título: Auto-estima e a profissão de modelo

Auto-estima é a forma como nos avaliamos. O conceito que temos a nosso respeito. É o que pensamos de nós mesmos e não o que os outros acham. Mas o que os outros pensam e dizem pode e freqüentemente influi se não estivermos psicologicamente preparados. É só verificar o que você sente quando é preterida (o) num casting ou trabalho.

A auto-estima é desenvolvida desde que nascemos e sua importância vai desde a postura num teste até a "personalidade" ou "atitude" com que enfrenta uma passarela, uma sessão de fotos ou um comercial de TV. É a chamada autoconfiança.

Mas atenção! Não confunda autoconfiança com convencimento. Autoconfiança é produto da competência que por sua vez deriva do talento devidamente trabalhado e isto quer dizer treinamento, preparação, aprendizado, experiência. Quem não se preparou para seu trabalho não pode ter autoconfiança.

A auto-estima adequada confere segurança a você. Num casting, você passará a seu cliente a mensagem "eu posso vender seu produto!" Ter auto-estima no lugar significa ter capacidade de arriscar, de assumir a responsabilidade, de ser perseverante em um desafio, de ser flexível diante de mudanças. Não deu hoje? Vai ser amanhã! É acreditar em você, apesar de não ter pego determinado trabalho, por exemplo.

Numa foto, na passarela, no trabalho em geral, a auto-estima adequada - acreditar em você - te proporciona o desempenho adequado. E o desempenho favorece a auto-estima que por sua vez favorece o desempenho.

INSUCESSO OU ERRO não é fracasso! É OPORTUNIDADE PARA APRENDER ALGO! Errou? Corrige! Caiu? Levanta! Não se esqueça disso, especialmente se não "pegou trabalho". Todos erramos e todos temos "nãos" pela frente. Vence quem encara positivamente as frustrações. Se as encararmos como "derrotas", estaremos derrotados. Se as enfrentarmos e procurarmos melhorar, aprendendo com elas, estaremos semeando o sucesso.

Um famoso cientista, ao qual se referiam como "gênio" por suas contribuições à humanidade, respondeu "O gênio é 99% de transpiração e 1 % de inspiração".

Leve a sério, treine, aprenda, prepare-se, estabeleça desafios e NÃO TENHA MEDO DE SER FELIZ!

Ser modelo é ser exigido em limites quanto à auto-estima. É ser avaliado e ouvir que "não serve" várias vezes ao dia.

Se sua auto-estima estiver "lá em baixo" procure ajuda psicológica.

Data Título
10/11/2010 BULIMIA
26/01/2009 Por que modelos podem desenvolver transtornos alimentares?
26/01/2009 Psicologia do Emagrecimento: A MAGIA: SER EMAGRECIDO II
03/01/2009 Ansiedade e comida
10/07/2008 Conversando com Modelos: auto-estima
12/02/2007 Modelo (manequim) subnutrida não desfila!!!
22/01/2007 SPFW e transtornos alimentares
16/08/2006 AUTO-ESTIMA: aquisição
04/02/2006 Gisele e a síndrome do pânico
14/10/2005 A importância da auto-imagem
27/08/2005 Real Beleza: a beleza "real"
19/08/2005 A "Fórmula 1" da beleza
19/08/2005 Beleza: Uma questão de imagem e auto-imagem
23/05/2005 Ser, estar e sentir-se bonita
03/04/2005 Inimigos de modelos
28/10/2004 Beleza feminina: a pesquisa Unilever -Dove
14/05/2004 Auto-estima: sem ela você não trabalha
11/02/2004 Timidez
11/01/2004 Deu branco?
20/12/2003 Psicologia Descomplicada 1: Emagrecimento
26/11/2003 Sinais da anorexia
23/08/2003 Profissões de alta performance
15/06/2003 Quadril 90
01/06/2003 O estresse na vida dos modelos
07/05/2003 Auto-estima e a profissão de modelo
06/04/2003 Auto-estima
06/03/2003 10 dicas para modelos
06/02/2003 Perguntas sobre auto-imagem II
10/01/2003 Perguntas sobre auto-imagem I
28/12/2002 Raiva
20/12/2002 Top não é "toupeira"
09/12/2002 Por que psicologia para modelos?
 


Sexta  19.10.18
esqueci a senha
cadastre-se
associe-se
 


Termo de compromisso    |    Política de privacidade    |    Parcerias    |    Publicidade
Seja um colaborador

Copyright © 2002 Libardi Comunicação. Todos os direitos reservados.