Blogspot Siga-me no Twitter FanPage no Facebook

Colunistas  Marco Antonio de Tommaso

voltar

Beleza & saúde

Detalhes sobre o colunista

Data: 22/01/2007

Título: SPFW e transtornos alimentares

A partir de 24 de janeiro, teremos mais uma edição do SPFW. Devido ao ocorrido em novembro de 2006, com a morte da modelo Carolina Reston e à grande mobilização da opinião pública, iniciou-se um movimento dentro do meio da moda para promover saúde e segurança para quem desfila e, quem sabe, enfrentar a pressão que fatalmente ocorrerá, inclusive pela mídia internacional.

Entre as ações propostas estão palestras para modelos, regulamentação da profissão, cartilhas educativas que venham esclarecer modelos e agências. São medidas necessárias, MAS NÃO SUFICIENTES! O âmago da questão, o trabalho junto aos estilistas, NÃO FOI TOCADO. Parece haver um temor em alertar esses senhores por parte daqueles que os rodeiam! Sem isso, teremos apenas PROMESSAS DE SOLUÇÃO QUE TALVEZ NUNCA OCORRAM.

Como abordá-los? Como "informá-los" que os padrões que impõem são perigosos, utópicos, arbitrários, intangíveis e até desrespeitosos à mulher e à condição feminina? Como fazê-los enxergar e chamá-los à responsabilidade, não só pelas modelos, mas pelas centenas de milhões de mulheres em todo o mundo que são influenciadas por esses "padrões" e que, mesmo que não venham a adquirir um transtorno alimentar, sofrem de um sentimento crônico de rejeição, inferioridade e de não inclusão por sequer se aproximarem desses ideais? Como dizer a eles que a moda TEM SIM um papel fundamental no desencadeamento desses gravíssimos transtornos?

Apesar da aproximação entre agentes, organização do evento em profissionais de saúde, ficou de fora o personagem principal: o estilista!

Temo, sinceramente, que a única coisa que se consiga seja baixar a poeira do caso Carol Reston. E que o real problema não seja tocado! Que meninas que tenham meio centímetro a mais de quadril sejam intimadas a "emagrecer", não importa como. Que a elas continue sendo impingida uma MAGREZA PATOLÓGICA por pessoas que não tem nenhum conhecimento de causa. Que para isso sejam prescritos comportamentos de risco que, aliados a outros fatores subjacentes possam desencadear problemas graves. Estariam os estilistas dispostos a negociar o quadril 90??? Ocorre aos organizadores à responsabilidade social de conclamá-los??

Por isso, continuo com minha tese: só teremos chance de mudar o quadro atual com medidas governamentais, com ESTRITA FISCALIZAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO, com campanhas de grandes empresas que ofereçam um conceito de beleza ligado à saúde e a auto-estima e com projetos educativos abrangentes.

Data Título
10/11/2010 BULIMIA
26/01/2009 Por que modelos podem desenvolver transtornos alimentares?
26/01/2009 Psicologia do Emagrecimento: A MAGIA: SER EMAGRECIDO II
03/01/2009 Ansiedade e comida
10/07/2008 Conversando com Modelos: auto-estima
12/02/2007 Modelo (manequim) subnutrida não desfila!!!
22/01/2007 SPFW e transtornos alimentares
16/08/2006 AUTO-ESTIMA: aquisição
04/02/2006 Gisele e a síndrome do pânico
14/10/2005 A importância da auto-imagem
27/08/2005 Real Beleza: a beleza "real"
19/08/2005 A "Fórmula 1" da beleza
19/08/2005 Beleza: Uma questão de imagem e auto-imagem
23/05/2005 Ser, estar e sentir-se bonita
03/04/2005 Inimigos de modelos
28/10/2004 Beleza feminina: a pesquisa Unilever -Dove
14/05/2004 Auto-estima: sem ela você não trabalha
11/02/2004 Timidez
11/01/2004 Deu branco?
20/12/2003 Psicologia Descomplicada 1: Emagrecimento
26/11/2003 Sinais da anorexia
23/08/2003 Profissões de alta performance
15/06/2003 Quadril 90
01/06/2003 O estresse na vida dos modelos
07/05/2003 Auto-estima e a profissão de modelo
06/04/2003 Auto-estima
06/03/2003 10 dicas para modelos
06/02/2003 Perguntas sobre auto-imagem II
10/01/2003 Perguntas sobre auto-imagem I
28/12/2002 Raiva
20/12/2002 Top não é "toupeira"
09/12/2002 Por que psicologia para modelos?
 


Sexta  19.10.18
esqueci a senha
cadastre-se
associe-se
 


Termo de compromisso    |    Política de privacidade    |    Parcerias    |    Publicidade
Seja um colaborador

Copyright © 2002 Libardi Comunicação. Todos os direitos reservados.