Blogspot Siga-me no Twitter FanPage no Facebook

Colunistas  Marco Antonio de Tommaso

voltar

Beleza & saúde

Detalhes sobre o colunista

Data: 06/02/2003

Título: Perguntas sobre auto-imagem II

1. Que conseqüências a inadequação de auto-imagem pode acarretar na vida da pessoa? Que distúrbios psicopatológicos podem ser desencadeados ou aparecerem concomitantemente?

A insatisfação com o próprio corpo, causada pela auto-imagem deturpada, pode levar a um "distúrbio" de auto-imagem. A pessoa sente-se inadequada, pouco atraente, acha-se incapaz de ser aceita, sente-se constantemente rejeitada e pode partir para a "correção" do que avalia defeituoso em si própria.

Nos transtornos alimentares: há falha na percepção adequada do tamanho, proporção do corpo ou de partes do corpo, vistos como maiores, mais volumosos ou desproporcionais do que efetivamente são. A insatisfação com o próprio corpo pode estar vinculada ao todo ou a determinadas partes (abdômen, quadris, coxas) cuja percepção a pessoa recrimina. Muitas vezes, em função desta distorção, a pessoa evita situações em que tenha que expor o corpo, como piscina, praia, relacionamentos íntimos, etc. Há divergências se o transtorno de auto-imagem seria causa ou conseqüência da anorexia nervosa, mas há consenso quanto a seu papel na manutenção e mesmo na perpetuação do quadro, sendo que a pessoa continua se vendo "gorda" mesmo quando patologicamente magra e o emagrecimento não faz cessar a ânsia de perder peso, muito pelo contrário. Embora menos comprometida do que na anorexia, a auto-imagem corporal está alterada na bulimia nervosa.

No transtorno dismórfico corporal: a pessoa enxerga um "defeito" físico em alguma parte do rosto ou do corpo, não constatável por outras pessoas ou mesmo por especialistas. Também aqui são evitadas situações onde o "defeito" seja constatável. É como uma "feiúra" que só a pessoa constata, mas que a faz agir de acordo com a avaliação que ela faz do defeito, fugindo da convivência social. As tentativas de correção são sempre físicas, ocorrendo em clínicas estéticas, dermatológicas ou em cirurgiões plásticos, habitualmente seguidas de grande insatisfação, pois o "problema" nunca é corrigido.

Obesidade: freqüentemente a obesidade é acompanhada de alteração da auto-imagem, tornando-se mais séria quanto mais precocemente tenha se instalado na vida da pessoa. Casos de emagrecimento de pessoas que foram gordas por muito tempo habitualmente necessitam de correção deste "retrato mental", pois a pessoa habitualmente continua se vendo gorda e corre risco de voltar ao padrão anterior.

2. Como é feita a correção da auto-imagem distorcida?

Quem chega a ter prejuízos desta proporção precisa de tratamento especializado. Se não há consenso se o problema é causa ou efeito dos transtornos mencionados, os especialistas concordam que, se não for tratado psicoterapicamente, será fator mantenedor de quadros psicopatológicos graves. Sua presença não tratada, portanto, inviabilizará o tratamento da doença associada. A psicoterapia comportamental e cognitiva apresenta resultados satisfatórios no tratamento destes distúrbios. Além disso, freqüentemente vem associada a elevados índices de ansiedade e depressão.



Data Título
10/11/2010 BULIMIA
26/01/2009 Por que modelos podem desenvolver transtornos alimentares?
26/01/2009 Psicologia do Emagrecimento: A MAGIA: SER EMAGRECIDO II
03/01/2009 Ansiedade e comida
10/07/2008 Conversando com Modelos: auto-estima
12/02/2007 Modelo (manequim) subnutrida não desfila!!!
22/01/2007 SPFW e transtornos alimentares
16/08/2006 AUTO-ESTIMA: aquisição
04/02/2006 Gisele e a síndrome do pânico
14/10/2005 A importância da auto-imagem
27/08/2005 Real Beleza: a beleza "real"
19/08/2005 A "Fórmula 1" da beleza
19/08/2005 Beleza: Uma questão de imagem e auto-imagem
23/05/2005 Ser, estar e sentir-se bonita
03/04/2005 Inimigos de modelos
28/10/2004 Beleza feminina: a pesquisa Unilever -Dove
14/05/2004 Auto-estima: sem ela você não trabalha
11/02/2004 Timidez
11/01/2004 Deu branco?
20/12/2003 Psicologia Descomplicada 1: Emagrecimento
26/11/2003 Sinais da anorexia
23/08/2003 Profissões de alta performance
15/06/2003 Quadril 90
01/06/2003 O estresse na vida dos modelos
07/05/2003 Auto-estima e a profissão de modelo
06/04/2003 Auto-estima
06/03/2003 10 dicas para modelos
06/02/2003 Perguntas sobre auto-imagem II
10/01/2003 Perguntas sobre auto-imagem I
28/12/2002 Raiva
20/12/2002 Top não é "toupeira"
09/12/2002 Por que psicologia para modelos?
 


Sexta  20.04.18
esqueci a senha
cadastre-se
associe-se
 


Termo de compromisso    |    Política de privacidade    |    Parcerias    |    Publicidade
Seja um colaborador

Copyright © 2002 Libardi Comunicação. Todos os direitos reservados.